Viver é Urgente

Viver é Urgente

“Quando houver o espectro de morte, operar vida.” – era uma das frases mais profanadas pelo nosso fundador e encenador Marcelo Denny (1962-2020). Sua morte veio assolando o grupo que se viu violentado pelo estado, pelos direitos e pela falta de amparo para ritualizar sua passagem. 

Sem podermos nos reunir em eventos, com a pandemia em seu alto, sem vacinas, e sem perspectiva, o grupo precisou erguer uma ação despretensiosa de espetacularização, e que permeia essa dor, que pudesse expurgar a idealização de um velório. A performance-ação-ritual “Viver é Urgente” é resultante de uma união de ideias, entre a tecnologia, a história do grupo e principalmente o risco de vida.

A morte não é mais um medo, é uma realidade. A partir desta realidade como chão foi que buscamos amarrar tudo que nós poderíamos nos infringir para sentirmos novamente VIVOS.

Viver é Urgente from Teatro da Pombagira on Vimeo.

Realização: Teatro da Pombagira

Direção: Marcelo D’Avilla
Fotografia: Nubia Fernamo
Captação de Vídeo: Hugo Faz – Estudio NU
Trilha Sonora: Renato Navarro
Apoio: CORPO ESPAÇO RAVE, Cartel 011

Tatuagem: Snoo

Performers: Andrew Tassinari, Hugo Faz, Marcelo D’Avilla, Mateus Rodrigues, Snoo e Wesley Lima.

Em memória do mestre Marcelo Denny.

São Paulo, Brasil, Dezembro de 2020